Escrita6.3
Enredo6.4
Personagens6
Conclusão7.8
Capa7.1
Edição/Diagramação8
6.9Total
Reader Rating: (1 Vote)
8.5

Titulo: A Esperança

Título Original: Mockingjay

Autora: Suzanne Collins

Editora: Rocco

ISBN: 9788579800863

Ano: 2011

Páginas: 424

Tradutor: Alexandre D’Elia

Último capitulo da trilogia Jogos Vorazes fecha o arco de forma satisfatória.

Terceiro da trilogia Jogos Vorazes, a Esperança encerra a obra de modo satisfatório. Suzanne Marie Collins, estadunidense de 52 anos, alcança neste livro a máxima maturidade dentre os três livros, através de uma construção realista da revolução no universo de Panem, e da influência do poder no indivíduo.

No primeiro livro, Jogos Vorazes, a autora apresenta uma sociedade, através da distopia, na qual a população de 12 distritos é controlada  de forma autoritária, nutrindo as custas da exploração do povo, um governo estruturado na capital, chamada de Panem. E ainda, em Jogos Vorazes, nos quais cada distrito deve conceder dois tributos para participarem de tal evento, sendo que somente um cidadão voltará vivo.  Apresentado tal contexto no primeiro livro, no segundo, Em Chamas, é mostrada a instabilidade política vigente. Então, no livro em tela, tem-se inicio a revolução !

A adaptação cinematográfica dirigida por Francis Lawrence teve sua estreia nos cinemas brasileiros dia 20 de novembro de 2014, cercada de grande expectativa dos fãs, principalmente devido a qualidade dos filmes anteriores, que se mantiveram bastante fiéis ao enredo original.

Confira a Vídeo-Resenha abaixo para mais detalhes, e se ainda não é inscrito, não se esqueça de inscrever-se no canal.

About The Author

Crítico Literário

Fundador, Editor e proprietário do Cine Eterno e estudante de Engenharia Civil mas fascinado pela magia e poesia do cinema e da literatura. Acredita na potencialidade da arte como complemento do modo de vida humano, auxiliando, desvendando e por vezes mitificando diversos conceitos pessoais do homem. Como diria Chaplin " Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa se extrair a imaginação"