Escrita9
Pesquisa10
Estrutura9
Edição/Capa10
9.5Total
Reader Rating: (0 Votes)
0.0

Título: Em Casa – Uma breve história da vida doméstica

Título Original: At Home: A Short History of Private Life

Gênero: Literatura Científica

Autor : Bill Bryson

Editora: Companhia das Letras

ISBN: 9788535919479

Ano: 2011

Páginas: 536

A melhor época de se viver é hoje

Bill Bryson é escritor e jornalista norte-americano, autor de sucessos da literatura científica como Uma Breve história de quase tudo, Notas sobre um país grande e Crônicas de uma pequena ilha.Em Casa – Uma breve história da vida domestica o autor nos conduz por uma passeio através dos cômodos da casa e dos séculos. O livro é estruturado de acordo com os cômodos da casa do autor, no qual ele traça uma narrativa não linear através dos últimos séculos, dos objetos importantes para cada cômodo, assim como, as pessoas que estão por trás destas invenções tão importantes.

Aprendemos um pouco sobre tudo, o comercio de sal e açúcar, a construção do maior prédio de vidro do mundo para uma exposição no reino unido, as espécies de morcego dos estados unidos e até sobre o transporte de gelo entre os continentes. A narrativa funciona como uma conversa fluida com alguém muito sábio, mas a extensão da obra pode cansar um pouco, devido a grande quantidade de informações.

em-casaO livro é espetacular por nos mostrar que a melhor época de se viver é hoje, nos recorda do nosso passado e da grande evolução da sociedade nos últimos cem anos, mostrando-nos que apesar de vislumbramos um futuro perfeito, e sonhar com um passado nostálgico, devemos buscar analisar a nossa história de maneira científica, crendo e testificando a inevitável evolução da nossa sociedade para melhor.

Outro ponto positivo é a capacidade de julgarmos as mentes por trás dos grandes feitos da nossa vida cotidiana, apesar dos benefícios serem sociais, as ações por trás delas, eram meras ações capitalistas ou individualistas. No qual o conhecimento ficou aprisionado, por mera retenção de lucro, por várias gerações. Uma sociedade que preza pela sua evolução, objetiva o compartilhamento do conhecimento. Devemos conhecer o nosso passado, todavia, não nos recordamos da nossa própria linhagem familiar. É tão difícil imaginar que já seremos esquecidos daqui a duas gerações. Você se recorda, pelo menos, do nome do seu bisavô? Então como vamos nos lembrar dos erros e equívocos destas pessoas. Devemos evitar os erros dos nossos ancestrais, para impedir que a vida social e científica do homem continue andando em círculos.

Uma leitura importante para o nosso desenvolvimento crítico. Na contramão dos críticos ferrenhos da atualidade, você termina o livro gostando mais do seu dia, da época em que você vive. Pois a evolução é assim: Aprender com o passado, aceitar e desenvolver o presente, e projetar no futuro.

Para saber mais detalhes confira no vídeo as minhas opiniões sobre os aspectos positivos e negativos do livro. Não esqueça de inscrever-se em nosso canal.

 

About The Author

Crítico Literário

Fundador, Editor e proprietário do Cine Eterno e estudante de Engenharia Civil mas fascinado pela magia e poesia do cinema e da literatura. Acredita na potencialidade da arte como complemento do modo de vida humano, auxiliando, desvendando e por vezes mitificando diversos conceitos pessoais do homem. Como diria Chaplin " Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa se extrair a imaginação"