Escrita8.5
Enredo7
Personagens8
Desfecho8
Edição/Capa10
8.3Total
Reader Rating: (0 Votes)
0.0

Título: Miguel e os Demônios

Gênero: Policial

Autor : Lourenço Mutarelli

Editora: Companhia das Letras

ISBN: 853591532x

Ano: 2009

Páginas: 120

A leitura do romance é fluida, mas carregada de um peso psicológico que transpira das páginas.

Lourenço Mutarelli é artista gráfico, roteirista e ator e autor de romances de sucesso como O Cheiro do Ralo, Natimorto e A Arte de produzir efeito sem causa, todos com adaptação para os cinemas: O Cheiro do Ralo (2007), Natimorto (2009) e Quando eu Era Vivo (2014), respectivamente.

Miguel e os demônios é um antirromance policial que narra um trecho da vida de Miguel, um policial de quarenta e poucos anos, com sua vida amorosa abalada e com diversos problemas no trabalho. Ele juntamente com seu colega Pedro se infiltrarão nas camadas mais inferiorizadas da sociedade. O romance expõe o comportamento podre dos personagens e corporações sem receio, mostrando-nos uma realidade ampliada e dissecada.

MIGUEL_E_OS_DEMONIOS_1365148014B

Você fica me devendo uma história

– Então eu vou te contar a minha, e se você quiser, você escreve um livro.

– E qual seria o título de um livro que contasse a sua história?

-“Os Demônios”, eu garanto, seria um bom título.

– Então será “Miguel e os Demônios”.

– Que seja.

O livro é escrito como um roteiro cinematográfico, com parágrafos curtos, que começam indicando o ambiente e breves descrições focadas nas ações dos personagens. Essa característica do autor poderia atrapalhar o desenvolvimento de um romance psicológico em poucas páginas, se não fosse a brilhante alternativa do Mutarelli, de exteriorizar o pensamento dos personagens em ações e clima do ambiente. Percebemos a presença de elementos exteriores que ajudam a compreender o psicológico do personagem, como por exemplo a presença gráfica, através dos desenhos do próprio autor, e narrativa da mosca durante o romance.  Através deste recurso o autor permite o leitor avaliar todos os demônios que rondam a vida de Miguel, ao mesmo tempo que trabalha estiliscamente seu texto.

A leitura do romance é fluida, mas carregada de um peso psicológico que transpira das páginas. Ao final do romance você está exausto da exposição aos males da sociedades, mas satisfeito com o brilhantismo da escrita e condução da narrativa do Mutarelli.

Para saber mais detalhes confira no vídeo as minhas opiniões sobre os aspectos positivos e negativos do livro. Não esqueça de inscrever-se em nosso canal.

About The Author

Crítico Literário

Fundador, Editor e proprietário do Cine Eterno e estudante de Engenharia Civil mas fascinado pela magia e poesia do cinema e da literatura. Acredita na potencialidade da arte como complemento do modo de vida humano, auxiliando, desvendando e por vezes mitificando diversos conceitos pessoais do homem. Como diria Chaplin " Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa se extrair a imaginação"