Direção3
Roteiro2
Elenco6
Fotografia6
Efeitos Especiais5
4.5Nota Final
Reader Rating: (0 Votes)
10.0

 

 

Título Original: The Last Witch Hunter

Direção: Breck Eisner

Roteiro: Cory Goodman, Matt Sazama, Burk Sharpless

Elenco: Vin Diesel, Elijah Wood, Rose Leslie, Julie Engelbrecht, Michael Caine, Olafur Darri Olafsson, Isaach De Bankole.

Produção: Mark Canton e Bernie Goldmann

Gênero: Ação/Aventura

Duração: 106 minutos

Classificação Indicativa: 12 Anos

maxresdefault

Após ser amaldiçoado com a vida eterna por uma rainha bruxa, Kaulder (Vin Diesel), segue na sua profissão de caçador de bruxas até a contemporaneidade. O 36º Dolan (Michael Caine), por sua vez, é o chefe de uma instituição que é responsável por aprisionar as bruxas que o protagonista captura, além de ser um grande amigo de Kaulder. Com a morte do presidente, “Elijah Wood” assume o cargo, tornando-se o 37º Dolan, com o intuito de manter a parceira que já vinha durando há um bom tempo, porém, a rainha bruxa está prestes a tomar forma viva novamente e caçador terá sua última grande caçada, agora para tentar retomar o que lhe foi tirado.

Admito que, no início da projeção, cheguei a colocar fé no longa. Quando a bruxa rainha amaldiçoa o protagonista com a vida eterna, comecei minhas reflexões de como seria interessante o filme abordar as relações que o caçador teve de cortar para lidar com a eternidade, afinal todos ao seu redor iam morrendo, ao passo que ele permaneceria da mesma forma para sempre. Cheguei a pensar que íamos entrar na psiquê do personagem para que depois viesse a história genérica de ação. Bem, fui ingênuo. Eu sempre tento esperar um pouco de dignidade – ou quiça alguma reflexão no roteiro -, mas me enganei. O argumento não se aprofunda ao que se propõe em nenhum momento: o protagonista é amaldiçoado e nem dois minutos depois já estamos nos dias atuais, vem Michael Caine, vem Elijah Wood e trama vai se desenvolvendo mal e porcamente. Ademais, nem vou tecer comentários em relação aos diálogos e à estrutura da narrativa, pois, acreditem, não vale a pena. Os problemas são os mesmos encontrados em 90% das produções do gênero.

The-Last-Witch-Hunter-Trailer-2

Mas será que a direção e os efeitos especiais não salvam a produção? Não, aliás, nem nisso conseguem acertar. A condução de Breck Eisner é deveras pobre, visto que o diretor não estabelece bem as cenas de ação as quais se resumem a cortes rápidos e câmera enlouquecida para todos as direções, menos a que realmente deveria ir. Além disso, a montagem é confusa e o ritmo da película fica bastante prejudicado. Por fim (só pra não dizerem que só falei mal), a fotografia, os SFX até que estão bem feitos e bem apresentados, contudo não há nada de novo, aliás, nada que já não se tenha visto antes. O Último Caçador de Bruxas é isso: uma tentativa falha de criação de uma nova franquia de ação cujo protagonista é Vin Diesel. O grande problema é que ele não tem carisma e talento para segurar tudo sozinho, não tem o time/família de Velozes e Furiosos. Em suma, não tem nem razão de existir.

TRAILER LEGENDADO

About The Author

Editor-Chefe e Crítico de Cinema

Estudante de Direito e apaixonado pelo universo da sétima arte. Encontra no cinema uma forma de troca de experiências, tanto pelas obras que são apresentadas, quanto pelas discussões que cada uma traz. Como diria Martin Scorsese "Cinema é a importância do que está dentro do quadro e o que está fora".