A HBO Latin America anunciou hoje  14 novos programas produzidos no Brasil, um número sem precedentes para o grupo no país. Serão sete séries de não-ficção, dois documentários, quatro séries de ficção e o primeiro talk show brasileiro da HBO, apresentado pelo comediante Gregório Duvivier. Este é o maior número de produções brasileiras anunciadas de uma vez na história da HBO Latin America, que já conta com uma maior variedade de gêneros: drama, mistério, documentário, série de não-ficção, animação, biografia, comédia, e talk show.

“A HBO já produz mais conteúdo original local do que qualquer outro serviço premium de entretenimento por assinatura na região e nunca tivemos um portfólio com o volume e a variedade de produções brasileiras como este que estamos apresentando hoje”, disse Roberto Rios, vice-presidente Corporativo de Produções Originais da HBO Latin America. “Ninguém conta histórias que refletem a realidade brasileira melhor do que a HBO, em um trabalho conjunto com os melhores produtores e talentos locais.”

Talk Show:

Entre as novas produções anunciadas pela HBO está o seu primeiro talk show brasileiro: Projeto Gregório Duvivier, um programa semanal com 30 minutos de duração apresentado pelo comediante e ator Gregório Duvivier, conhecido pelo seu trabalho no grupo de comédia “Porta dos Fundos”. Além de ser um formato novo e original na HBO para o Brasil, é um espaço sem censura para os comentários afiados e bem-humorados de Duvivier sobre as espinhosas notícias políticas, sociais e sobre outros assuntos que afetam os brasileiros atualmente. É a primeira vez que Gregório Duvivier será apresentador e comentarista na televisão, no estilo do aclamado John Oliver.

Séries de ficção:

As novas produções da HBO também incluem quatro séries dramáticas:

A Vida Secreta dos Casais

Bruna Lombardi, criadora e protagonista de A Vida Secreta dos Casais

  • Santos=Dumont é a primeira coprodução de uma minissérie histórica, baseada na vida e na época do pioneiro da aviação brasileira, Alberto Santos Dumont, que personificou o glamour da virada do século 20 e a façanha de ter sido o primeiro ser humano a voar em um avião. A direção será de Estevão Ciavatta, que também dirigiu a série exclusiva da HBO, “Preamar”.
  • A segunda temporada da história de mistério recheada de efeitos especiais O Hipnotizador, a primeira série com produção bilíngue português-espanhol. O protagonista, Leonardo Sbaraglia (Relatos Selvagens, O Silêncio do Céu, No Fim do Túnel), já foi indicado ao Emmy Internacional.
  • A Vida Secreta dos Casais é um thriller criado e estrelado por Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli, com roteiro e direção de Kim Riccelli.

Não-ficção:

Entre as novidades deste ano também estão nove coproduções de não-ficção de documentários nos formatos longa-metragem e série.

Dois documentários de longa-metragem estão programados para serem exibidos nos canais da HBO/MAX:

  • Ópera Aberta – Os Pescadores de Pérolas acompanha o diretor Fernando Meirelles, indicado ao Oscar por Cidade de Deus, durante o seu mergulho em um território desconhecido ao aceitar o convite para dirigir a ópera “Os Pescadores de Pérolas, do compositor francês Georges Bizet, no Teatro da Paz, em Belém. O documentário revela aos telespectadores o passo a passo dos seis meses de trabalho de Meirelles com a história, a música e sua abordagem não ortodoxa para dar vida aos Pescadores de Pérolas.
  • Primeiro Bailarino conta como a trajetória de um jovem artista foi definida pela sua capacidade de desafiar os próprios limites e se reinventar, passando de dançarino de hip-hop a principal bailarino do Royal Ballet de Londres. O documentário mostra os bastidores dos ensaios de Thiago Soares em Londres enquanto ele se prepara para voltar ao seu Rio de Janeiro para a apresentação mais desafiadora da sua carreira até hoje.

Sete documentários no formato de séries estão programados para serem exibidos também nos canais da HBO/MAX:

  • A Grande Luta II é a segunda temporada da série que apresenta o universo das principais disputas de boxe, judô, karatê, jiu-jitsu e MMA do Brasil. A série conta as histórias dos seus principais lutadores, que, com sua disciplina, dedicação e coragem, escreveram a história das artes marciais brasileiras.
  • Os dez episódios da docussérie Fora do Armário revelam o que acontece depois que uma pessoa “sai do armário” e expõe sua orientação e identidade sexual . Por meio de entrevistas e cenas da vida real no estilo “Cinema Verité”, esta série apresenta um retrato íntimo das ações e reações de familiares e amigos dessas pessoas, com seus relacionamentos e seu cotidiano colocados à prova com a revelação do segredo.
  • Milton – Pelo Mundo (Intimidade e Poesia) é um perfil sem censura do famoso cantor e compositor Milton Nascimento. Este documentário composto de quatro episódios adota uma narrativa em primeira pessoa para explorar três perspectivas: o artista e seu processo de criação, inspirado na natureza; o artista em turnês, no palco e em momentos de reclusão; e entrevistas profundas com o artista sobre sua vida e sua carreira.
  • O Nome Dela é Gal é uma biografia em quatro episódios de Gal Costa, que João Gilberto definiu como “a maior cantora do Brasil”. A série conta a sua carreira, do seu humilde início cantando nas ruas de Salvador, onde ficou amiga de muitos artistas que seriam outros grandes nomes da música brasileira nas décadas seguintes, à trajetória nas praias do Rio de Janeiro e nas ruas de São Paulo, até a sua transformação em um ícone da música e da cultura. A produção conta com depoimentos de vários amigos de Gal Costa, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Nelson Motta e Tom Zé.
  • Outros Tempos – Velhos é um retrato impactante do que significa envelhecer no século 21 no Brasil. Cada um dos oito episódios da docussérie acompanha duas pessoas com mais de 60 anos – uma famosa e outra desconhecida – e mostra como são as suas vidas e as suas reflexões sobre o envelhecimento. Entre as celebridades brasileiras que participam do programa estão Ney Matogrosso, Tânia Alves e Hermeto Pascoal.
  • O trabalho escravo contemporâneo, ou mais especificamente o trabalho em condições semelhantes à escravidão, é um sério problema no Brasil, com denúncias diárias de novos casos de desrespeito à legislação trabalhista e trabalho em condições desumanas. Dirigido pelo cineasta Bruno Barreto, Trabalho Escravo, é uma docussérie com cinco episódios, apresenta 16 histórias reais de trabalho escravo no Brasil, contrapondo vítimas e algozes, em zonas rurais e urbanas, em indústrias e na agricultura, na prostituição e no trabalho doméstico.
  • Transamazônica – Uma Estrada Para o Passado apresenta o colossal projeto de construção da rodovia Transamazônica no norte do Brasil, idealizado pelo governo militar no fim dos anos 60 com o objetivo de unificar a nação. Jorge Bordansky retorna à região que foi tema do seu mais importante longa-metragem, Iracema – Uma Transa Amazônica. Com material de noticiários e imagens de arquivo, o programa explora cada quilômetro da rodovia, contando a sua história do ponto de vista das pessoas que viveram essa experiência inusitada.

About The Author

Especialista em Cinema, Tecnólogo em Produção Multimídia e Técnico de Produção em Áudio e Vídeo. Cinéfilo desde que se conhece por gente, teve o sonho frustrado de ser cineasta e, agora, abre mão da vida social para se dedicar às séries e filmes.